quinta-feira, 31 de março de 2011

dia 11

Ainda a tempestade dentro de mim

2 comentários:

Poeta69 disse...

Vês o mar?
Vês os limites que ele contém?
Vês até onde alcanças o teu coração?
... Não te atormentes tens muito oceano para procurares...

Beijos

Nonsense disse...

Obrigada Poeta P

Mas a procura é algo que parece vazio
Limito-me a respirar e espera que passe.....como tudo, até a vida.

Um beijo