sábado, 12 de novembro de 2011

Um dia

A morte não se perdoa.

Mais do que perdoar,
tentei perceber, quando fui incapaz,
tentei aceitar, quando fui incapaz,
tentei esquecer, quando fui incapaz,
descobri que estava morta

Neste momento percebo que sou diferente,
algo em mim é irrecuperável.
O meu corpo vive, mexe, ri, fala,
dentro está a caixa onde guardei o sonho
..........de um futuro

2 comentários:

só 1 mulher disse...

Ânimo...
Acredita em ti, e principalmente não percas a esperança e acredita! acredita sempre

1 beijinho

BooksOverTheFloor disse...

Sintonias.
Gostei muito...